Após decreto polêmico governo publica ‘lista suja’ do trabalho escravo

Foto: Rickey Rogers/Reuters

A “lista suja” do trabalho escravo no Brasil, que expõe empregadores que impuseram condições análogas a de escravo aos trabalhadores, foi divulgada ontem sexta-feira (27) pelo Ministério do Trabalho.

De acordo com o G1, foram divulgados os dados de 131 empregadores, relativos a fiscalizações feitas desde 2010. A lista foi disponibilizada no portal do Ministério do Trabalho.

Foto: Rickey Rogers/Reuters

No último dia 16, uma portaria do Ministério do Trabalho foi editada, que acabou modificando os parâmetros observados na fiscalização do trabalho escravo. A medida indicava que publicação da “lista suja”, determinada pela Justiça do Trabalho do Distrito Federal na última terça (24), passaria a depender de “determinação expressa do ministro do Trabalho”.

A edição gerou polêmica entre juízes e auditores do trabalho e da Procuradoria Geral da República. Na última terça, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF) acabou suspendendo a portaria do Ministério do Trabalho em uma decisão de caráter provisório.

Fonte: Noticias ao Minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui