Atletas do Projeto ‘Nandinho’ disputam brasileiro de Judô na Paraíba

Atletas ddo projeto Nandinho disputam Brasileiro na PB/Foto: Divulgação
Atletas ddo projeto Nandinho disputam Brasileiro na PB/Foto: Divulgação
Atletas do projeto “Nandinho” disputam Brasileiro na PB/Foto: Divulgação

Os alunos-atletas integrantes do Projeto “Nandinho”, Thalia Naiara, faixa laranja; Patrick Fragata, faixa amarela; Diogo Reis, faixa azul; Micael Galvão, faixa azul e Livia Ellen,  faixa azul de ponta amarela, conquistaram a vaga na seletiva ocorrida no Ginásio Renê Monteiro, no dia 15 de junho, para o Campeonato Brasileiro de Judô Sub-13, em João Pessoa-PB, em agosto.

De acordo com o coordenador do projeto, o investigador de polícia Melquisedeque Galvão, o projeto é uma ação social desenvolvida pela Polícia Civil do Amazonas, eles treinam diariamente sob a supervisão de professores voluntários do projeto David Araújo eHortência Alencar. “Isso prova que um trabalho social pode fazer campeões de alto rendimento”, ressaltou Melquisedeque.

O que ainda tem preocupado os professores é a falta de patrocínio para as hospedagens e alimentação dos atletas. Os responsáveis pelo projeto pedem a quem puder colaborar com a estadia dos cinco atletas nos dias de competição, podem entrar em contato com o coordenador Melquisedeque Galvão nos números: 8119-0114 ou 9370-4939.

O presidente do Sinpol-Am, Moacir Maia, por sua vez falou disponibilidade da diretoria do Sindicato em colaborar sempre que for possível para que o esporte, o lazer e o entretenimento, alcancem seus objetivos, ainda mais agora, que trata=se de um Projeto muito bonito, existente dentro da Polícia Civil, voltado para a juventude e com professores de artes marciais, que são policiais civis, como é o caso do investigador Mlquesedeque Galvão.

“Espero que estes garotos façam uma boa viagem, façam boas lutas e juntamente com o professor e nosso colega de instituição,  Melquesedeque, voltam da Paraíba com muitas medalhas e troféus de ouro, afinal são garotos que esatão lá desempenhando sua técnica de judô e representando a Polícia Civil e o próprio Estado do Amazonas. Boa sorte a todos”, concluiu Moacir Maia de Freitas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui