Bolsonaro chama a pandemia Coronavírus de “gripezinha”

Jair Bolsonaro subestima pandemia e coloca vida de milhões de brasileiros em risco - Foto: arquivo/divulgação

Enquanto todos os governadores, prefeitos, autoridades da Saúde no Brasil e no mundo, inclusive o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, desenvolvem estratégias para conter o avanço do coronavírus, o presidente da República Federativa do Brasil, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), vai à imprensa para chamar a pandemia de “gripezinha”.

Ao subestimar o impacto do coronavírus, que provoca medidas enérgicas em todo o mundo, Jair Bolsonaro contribui para um genocídio de grandes proporções no Brasil.

Em mais uma declaração em que minimiza a pandemia Coronavírus, já chamada diversas vezes por ele de “histeria”, nesta sexta-feira 20 Jair Bolsonaro chamou a Covid-19, doença causada pela infecção, de “gripezinha”, numa postura que coloca em risco a vida de todos os brasileiros, ao não levar a crise a sério.

“Depois da facada, não vai ser ‘gripezinha’ que vai me derrubar, não. Tá OK?

“Se o médico ou o Ministério da Saúde recomendar um novo exame, eu farei. Caso contrário me comportarei como qualquer um de vocês aqui presente”, declarou Bolsonaro.

A fala aconteceu após ele ser questionado por jornalistas se faria um novo exame para detectar coronavírus.

247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui