CAMPANHA “RONDONIA PEDE SOCORRO” DESEJA PARCERIA COM CAIXA


caixaA campanha nacional “Rondônia pede Socorro”, lançada em março para ajudar milhares de desabrigados vítimas das enchentes dos rios Madeira e Mamoré no Estado, está pleiteando apoio na Caixa Econômica Federal (CEF) para divulgar o banner da campanha no portal da instituição e nos caixas eletrônicos existentes no país.

A conta para recebimento de doações financeiras foi aberta na Caixa, pela Diocese de Ji Paraná, umas das entidades que integram a campanha. O número é 2799-2, agência 1824, Operação 003.

Coordenadora da campanha Rondônia pede Socorro, a diretora de Secretaria da 2ª Vara da Justiça Federal Adriana Soares da Costa disse que a Caixa já atuou em outras enchentes, como a de Santa Catarina, utilizando seus instrumentos de comunicação para divulgar a campanha, por isso a ideia de que a instituição possa atuar da mesma forma em Rondônia.

Há três semanas a Caixa foi acionada pela coordenação, que aguarda uma resposta à demanda. “Esta é a única campanha nacional, patrocinada pela Justiça Federal, Ministério Público Federal e Polícia Federal juntamente com a Diocese de Ji Paraná. Queremos ajudar e prestar nossa solidariedade aos milhares de necessitados que perderam tudo com a enchente em Rondônia. Estamos fazendo uma apelo para que as pessoas públicas ajudem a divulgar a campanha”, relata Adriana.

Ela conta que a Diocese de Ji Paraná está recebendo apoio de “irmãos evangélicos”, que fazem doação de alimentos e roupas. Além das doações em dinheiro, existem postos de coleta na Justiça Federal, Ministério Público Federal, Polícia Federa e Paróquias da Igreja Católica. “Acredito que agora, com as águas do Madeira baixando, é que as pessoas vão precisar mais ainda de recursos. O prejuízo é grande, perderam tudo”, lamenta Adriana.

Acionada pela coordenação para que ajude a divulgar a campanha, o deputado federal Padre Ton (PT-RO) fez gestão hoje (8) junto à Caixa, em Brasilia, para obter informações sobre o pedido feito pela campanha Rondônia pede Socorro. “Estamos aguardando uma posição. Se necessário, vamos pedir uma audiência com a direção da Caixa”, afirma o deputado.

A campanha, de caráter nacional, foi instituída após reunião de integrantes dos órgãos mencionados, que consideraram ser insuficiente a ação dos poderes públicos para “enfrentar” o problema. Foi constituída uma comissão que cuida da organização e fiscalização dos recursos doados bem como alimentos, roupas, utensílios, móveis, materiais de limpeza e de higiene entre outros itens.

Extrato dos recursos doados são encaminhados pela Diocese para a Comissão, para exame e fiscalização.

“Precisamos intensificar doações, e para isso é fundamental ampliar a divulgação, fazer com que a campanha tenha mesmo um caráter nacional. Por isso estamos pedindo apoio aos parlamentares da bancada federal”, declara Adriana.

A enchente em Rondônia teve inicio em fevereiro, e o rio Madeira chegou a atingir aproximadamente 20 metros acima do nível normal. Cerca de 20 mil pessoas foram afetadas.

Serviço:

Campanha Rondônia pede Socorro

Doações na conta da Diocese de Ji Paraná

Conta corrente 2799-2 Agência 1824, Operação 003 – Caixa Econômica Federal

Doações de bens, alimentos e roupas

Postos de coleta das Paróquias da Igreja Católica, MPF-RO, Justiça Federal e Polícia Federal.

Contato Coordenação

Adriana Soares da Costa – Email [email protected] – Telefone: (069) 3416-6407

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui