Carpinteiro é preso no Tarumã-Açu, por crime de pedofilia

Carpinteiro Abidiel Nunes, preso por crime de pedofilia/Foto: PC

Carpinteiro Abidiel Nunes, preso por crime de pedofilia/Foto: PC
Carpinteiro Abidiel Nunes, preso por crime de pedofilia/Foto: PC

A Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), da PC/Am, sob a coordenação do Delegado Adjunto Rafael Allemand, prendeu na manhã de hoje, quarta-feira (24), em cumprimento a mandado de prisão preventiva, o carpinteiro Abidiel da Silva Nunes, de 61 anos, por crime de estupro de vulnerável e favorecimento à prostituição. A ação policial ocorreu na Comunidade do Lago Tiú, região do Tarumã-Açu, na Zona Rural de Manaus, e contou com o apoio do Conselho Tutelar da zona rural da capital.

De acordo com a Titular da Especializada, Delegada Linda Gláucia, as investigações iniciaram após o Conselho Tutelar da zona rural, denunciar o caso e registrar boletim de ocorrência de que Abidiel praticava atos libidinosos com as vítimas entre 11 e 14 anos de idade da comunidade. Ele atraía as vítimas para assistirem filmes em DVD na sua casa, oferecia dinheiro e as aliciava. Segundo as investigações, só foi possível descobrir o caso após os menores comentarem entre si as práticas do homem. “Após a denúncia ser registrada, investigamos e ouvimos os depoimentos das vítimas e viemos a constatar o crime”, disse a Delegada.

Com a comprovação do delito, a Especializada representou pela prisão preventiva, em caráter de urgência, e teve o mandado expedido no dia 19 de setembro pela juíza Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro, da Vara Especializada de Crimes Contra o Idoso, Criança e Adolescente. A equipe DEPCA e o Conselho Tutelar então se dirigiram hoje à comunidade para dar cumprimento ao mandado.

A Delegada Linda Gláucia, informou ainda que a prisão do idoso despertou preocupação nos comunitários após a descoberta de seus atos. “A prisão desse homem é mais uma prova de que não há distância que impeça o cumprimento dos nossos trabalhos. A Polícia Civil está presente em qualquer parte do Estado para impedir crimes deste tipo”, enfatizou.

Na sede da Especializada, após qualificado pelos crimes e formalizados os procedimentos cabíveis, será encaminhado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui