‘Criador’ tenta defender a ‘criatura’ para evitar mais estragos na sua campanha

Bolsonaro criou o monstro, agora não sabe como defender-se dele - foto: recuperada/corte

O ocupante do Planalto disse que não podem existir “inquéritos sem nenhum respaldo na Constituição e sem a atuação do Ministério Público”.

Jair Bolsonaro (PL) resolveu defender o corrupto confesso no mensalão, agressor e violento ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ), após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinar a prisão do petebista.

Bolsonaro criou o ‘monstro’ agora tenta encobrir os estragos que o descontrolado ex-deputado está causando na sua campanha. É um caminho sem volta. Roberto Jefferson voltou hoje de manhã (23), para a prisão por determinação do Ministro Alexandre de Moraes.

A defesa do ‘criador’ em defesa da ‘criatura’, se deus após o ex-presidiário e ex-parlamentar fazer ataques pessoais contra a ministra Cármen Lúcia, ao chamar a juíza de prostituta e vagabunda.

“Repudio as falas do Sr. Roberto Jefferson contra a Ministra Carmen Lúcia e sua ação armada contra agentes da PF, bem como a existência de inquéritos sem nenhum respaldo na Constituição e sem a atuação do MP”, escreveu o ocupante do Planalto no Twitter.

Canal Cortes 247 e assista:

Luciano Hang, o sonegador da República

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui