[Crônica] Deixe o brilho do Sol entrar! – por Isabela Abes Casaca


AVPMadrugada, frente a televisão estava eu, pasmada e incrédula, assistindo ao desfecho do lamentável filme “Alien vs Predador“, realmente o slogan daquela trágica película fazia todo sentido: “Não importa quem vença, nós perdemos.

Um pergunta retumbavam na minha cabeça: Como chegamos aquele ponto? Com os pés cravados na lama, será que nos afogaríamos na própria viscosidade que nos circundava?

Referendamos roteiros de terror, horror, gore, trash. Métodos de medo, de acusação, de baixaria, violência. Aprovamos táticas do coliseu e ao final, por livre e espontânea vontade, pulamos na boca das bestas fera, aliens, predadores…

Enquanto subiam os créditos do filme, refletia: Que monstro está sendo gestado na máquina, entre as engrenagens, por debaixo dos tapetes? Que criatura estamos criando, fora e dentro de nossos corações? Aliens… Predadores… Frankensteins… Só o tempo dirá, porém com certeza não será um Deus ex machina…

A tela da tv chuviscava, lancei no espaço, um grito um desabafo, o que me importa é não estar vencido… Mas, os meus músculos são poucos para essa rede de intrigas…

Subitamente uma pedrinha adentrou a janela do meu quarto, chegava a hora do nascente, de pé na grama estava o trovador solitário. Apesar de ser na maior parte do tempo sério sério, seu semblante esboçava um sorriso otimista, segurava um violão e não demorou a entoar sua canção:

– Baby, desliga o jornal e vem ver o sol, ele continua a brilhar, apesar de tanta barbaridade… Baby, escuta o galo cantar a aurora dos nossos tempos, não é hora de chorar, amanheceu o pensamento… O poeta está vivo com seus moinhos de vento, a impulsionar a grande roda da história, mas quem tem coragem de ouvir, amanheceu o pensamento que vai mudar o mundo com seus moinhos de vento…

Eu só pude me render aquela melodia, me juntando ao coro de poucos que cantavam e escancaravam as portas de seus peitos:

– Deixe o brilho do Sol, deixe o brilho do Sol entrar! Deixe o brilho do Sol, deixe o brilho do Sol entrar! Deixe o brilho do Sol, deixe o brilho do Sol entrar!

Voltei meus olhos para o céu, um verdadeiro cinema transcendental… O melhor o tempo esconde, longe, muito longe, mas bem dentro aqui…

Sunshine

[author image=”http://oi59.tinypic.com/md2p28.jpg” ]Isabela Abes Casaca é graduada em Direito e integrante do movimento Novo Ágora. Considera-se escritora amadora.[/author]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui