Deputada reitera necessidade de inclusão às pessoas com deficiência no mês do Autismo

Deputada Conceição Sampaio(PP)/Foto: Elisa Maia
Deputada Conceição Sampaio(PP)/Foto: Elisa Maia
Deputada Conceição Sampaio(PP)/Foto: Elisa Maia

A deputada estadual Conceição Sampaio (PP), ressaltou a importância de se criar políticas públicas de inclusão para pessoas com deficiência, como é o caso das crianças, jovens e adultos autistas, ao apontar o mês de abril, mas, precisamente, o dia 02, em que marca o “Dia Mundial de Conscientização do Autismo”, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) , em 18 de Dezembro de 2007, como um momento importante e oportuno para que se debata amplamente o tema.

Conceição Sampaio lembrou que, em 2012, encaminhou como indicação ao Governo do amazonas, o conteúdo de um Projeto de Lei não aprovado pela Comissão de Cidadania e Justiça (CCJ), para instituir a redução da jornada de trabalho para quatro horas diárias aos servidores públicos responsáveis por pessoa com deficiência no Estado, a partir de pedidos recebidos de diversas instituições para que fosse feita uma legislação que previsse a diminuição da carga horária dos servidores responsáveis por uma pessoa com deficiência.

“Temos feito um trabalho, assim como os demais parlamentares, em relação à inclusão da pessoa com deficiência numa cidade, num Estado, onde as políticas públicas precisam contemplar essa acessibilidade. É preciso ter um olhar diferenciado com relação a esse cuidador e cuidadora de uma pessoa com deficiência”, declarou a parlamentar.

Conceição Sampaio adiantou que na próxima semana reunirá com o professor José Melo, que assume amanhã (4), o Governo do Estado, para tentar encontrar uma possibilidade de identifica soluções para essa acessibilidade. “Acredito que este seja um momento importante para que possamos, por meio de projetos de lei, criar toda a acessibilidade e acima de tudo permitir que a pessoa com deficiência receba todos os cuidados que são necessários. O Governo do Amazonas criou uma secretaria que cuida dos direitos da pessoa com deficiência, foi um avanço importante, e temos de ampliar e assegurar esses direitos,” considerou Conceição Sampaio.

De acordo com a deputada, sabe-se que muitas crianças, jovens e adultos precisam de um acompanhamento, de tratamento, mas, sobretudo, de uma nova percepção da sociedade, das famílias, a respeito desse problema que atinge milhões de pessoas no mundo inteiro. E lembrou que a ONU criou um trabalho de conscientização para que de fato se pudesse entender melhor como tratar e acolher uma pessoa autista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui