Deputado aguarda resposta da Nilton Lins sobre mensalidade do curso de medicina

Alunos de medicina da Nilton Lins, aguardam por resposta/Foto: Divulgação

Alunos de medicina da Nilton Lins, aguardam por resposta/Foto: Divulgação
Alunos de medicina da Nilton Lins, aguardam por resposta/Foto: Divulgação

Em pronunciamento feito hoje (15), na Assembleia Legislativa do Amazonas, o deputado estadual Sinésio Campos (PT), disse estar no aguardo da resposta da direção do Centro Universitário Nilton Lins, para o pleito dos estudantes de medicina, cuja mensalidade gira em torno de R$ 9 mil, considerando a reunião da última quinta-feira (11), com a presença do parlamentar, e dos estudantes do curso, com a vice-reitora para discutir o valor cobrado pela instituição de ensino superior.

Apesar de ser uma universidade privada, Sinésio Campos lembrou que a Nilton Lins tem concessão pública de funcionamento, o que significa que esse preço pode ser reduzido. Segundo o deputado, o valor cobrado pela Universidade Nilton Lins extrapola o teto do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que é de R$ 6,5 mil, o que dificulta a manutenção desses estudantes no curso. “Além de terem que pagar o Fies, ainda terão que completar com quase R$ 3 mil”, mencionou.

Outro pleito de Sinésio Campos diz respeito à instalação de uma representação do Ministério de Educação (MEC) em Manaus, diante da grande demanda de escolas públicas e particulares existentes na capital amazonense. “Muitas escolas precisam desse acompanhamento”, assegurou.

Representação americana

Outro assunto tratado pelo parlamentar diz respeito à instalação de uma representação dos Estados Unidos em Manaus, para atender os demais estados da região Norte. A ideia do deputado é que as pessoas possam adquirir o visto americano em Manaus, a exemplo do que acontece em Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. “O Amazonas é o Estado que está mais próximo dos EUA”, argumentou.

Sinésio Campos informou que vai protocolar o pedido nesta segunda-feira. “Aqui também tem a Zona Franca de Manaus (ZFM), que exporta produtos; um comércio desenvolvido, logo será de uma importância essa emissão de visto americano aqui”, justificou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui