Economia, segurança e defesa da Amazônia estiveram na pauta da Aleam

Foto: Divulgação

Os deputados realizaram debates no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), sobre o aumento do desemprego e os trotes nos serviços emergenciais. Balanço do ano passado aponta que os trotes chegaram a 228 mil, de um total de 1,2 milhão no Amazonas, e só em janeiro deste ano chegaram a 14,6 mil, de um total de 43 mil chamadas, segundo o deputado João Luiz (Republicanos). Uma Sessão Especial pela passagem do Dia Mundial de Combate à Hanseníase, de autoria do deputado Sinésio Campos (PT), encerrou as atividades no plenário.

O crescimento econômico do Amazonas e a criação do Conselho da Amazônia, pelo presidente Jair Bolsonaro, também estiveram entre os destaques ao longo da semana. O presidente Josué Neto destacou o crescimento do Amazonas de mais de 13% em relação a 2015. Ele também comemorou a composição do futuro Conselho por militares que conhecem muito bem a região.

A proposta de mobilização das Assembleias estaduais da Amazônia Legal, pela criação do Ministério Extraordinário da Amazônia, proposto pelo deputado federal Átila Lins (PP-AM), foi anunciada por Josué Neto no plenário. Uma reunião com os presidentes das Assembleias do Maranhão, Amapá, Acre, Rondônia, Mato Grosso, Pará e Tocantins está marcada para o início de março, em Manaus.

Foto: Divulgação

Um total de 46 matérias legislativas, sendo 41 Projetos de Lei (PL), 3 Projetos de Resolução Legislativa (PRL) e 2 Projetos de Lei Complementar (PLC), tramitaram nas duas primeiras sessões ordinárias da semana. Na Ordem do Dia de terça foram protocolados outros 22 Projetos de Lei e 78 Requerimentos dos deputados.

Uma Audiência Pública para debater a possibilidade da redução do Imposto sobre Mercadorias e Serviços (ICMS) nos preços dos combustíveis, dos deputados Josué Neto, Abdala Fraxe (Podemos) e Dermilson Chagas encerrou as atividades no plenário.

Ao todo, os deputados aprovaram 20 matérias, sendo 11 PL, sete Projetos de Resolução Legislativa (PRL), 1 Projeto de Decreto Legislativo (PDL) e a PEC nº 09/2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui