Em caso de afastamento de Arthur, procurador poderá assumir a prefeitura

Foto: Reprodução

Caso Arthur Neto precise se afastar do cargo de prefeito devido ao tratamento para a covid-19, o procurador-geral do município, Rafael Albuquerque, assume a prefeitura de Manaus. No início da tarde desta segunda-feira (6), o prefeito de Manaus foi levado para São Paulo para continuar a tratar a doença.

O procurador toma posse porque o vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, e o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Joelson Silva, pretendem disputar as eleições deste ano. Logo, estão impedidos conforme a legislação eleitoral.

A lei diz, ainda, que os candidatos estão impedidos de assumirem a chefia do Poder Executivo a menos de seis meses das eleições. O pleito deste ano foi adiado para novembro em decorrência da pandemia do coronavírus.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui