Em coletiva de imprensa secretários municipais divulgam ações para a Copa, em Manaus

Secretários Municipais prestam informações sobre ações para a Copa/Foto:

Secretários Municipais prestam informações sobre ações para a Copa/Foto:
Secretários Municipais prestam informações sobre ações para a Copa/Foto:

Há um mês da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™, a Prefeitura de Manaus divulgou, o cronograma das ações que serão realizadas para receber os quase 200 mil turistas esperados para capital durante os jogos. Quatorze secretários municipais estiveram presentes na coletiva de imprensa organizada pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), no Les Artistes Café Teatro, localizado no centro da cidade

Além do balanço do que já foi feito e o que ainda está sendo preparado, o secretariado destacou, também, os principais legados da Copa para a cidade, que vão desde as obras de infraestrutura à capacitação das pessoas envolvidas no evento. Para o período do Mundial, a Prefeitura está realizando ações na mobilidade urbana, saúde, receptivo turístico, programação cultural e segurança pública.

“O maior legado, sem dúvida, foi a mudança provocada não só na administração pública, mas em toda sociedade, de que é possível, sim, transformar Manaus em uma cidade melhor para se viver. A Copa do Mundo serviu apenas para acelerar os prazos e estamos trabalhando não somente para receber bem os visitantes, mas para dar mais qualidade de vida à população”, ressaltou o diretor-presidente do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb), Roberto Moita.

Plano de Mobilidade

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) estão trabalhando de maneira integrada para operacionalizar a mobilidade urbana, sobretudo nas principais vias de acesso à Arena da Amazônia e aos locais onde haverá atrações culturais. O Plano de Mobilidade será executado em parceria com o Governo do Estado do Amazonas.

“Fizemos o treinamento dos nossos agentes, com controle de tráfego durantes jogos testes na Arena e tivemos bons resultados. Estamos preparados para atender às ocorrências, inclusive no caso de manifestações esperadas para esse período, de modo que o trânsito não seja prejudicado. Além das intervenções nos locais de maior concentração de público, também fortaleceremos as ações de orientação aos condutores”, afirmou Paulo Henrique Martins, diretor-presidente do Manaustrans.

“Apesar de não termos tido tempo hábil para instalar uma nova tecnologia no transporte público, temos a convicção que estamos com um esquema operacional que será satisfatório aos moradores e visitantes da capital. Serão disponibilizados ônibus extras e exclusivos para os dias de jogos locais, assim como para a Ponta Negra”, completou o superintende da SMTU, Pedro Carvalho.

O superintendente disse, ainda, que Bus Rapid System (BRS), mesmo em fase de implantação, é um legado importante para a cidade, uma vez que é o primeiro passo para a criação de qualquer outra tecnologia mais avançada. “Mesmo em fase de implantação, o BRS já proporcionará um deslocamento mais rápido para os usuários do transporte público e servirá de base para que o sistema se modernize”, defendeu Carvalho.

Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) atuará de maneira prioritária nos atendimentos às emergências de acidentes que possam acontecer durante a Copa, por isso o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) estará mapeando os locais de maior concentração de público. O serviço foi equipado com novas ambulâncias e teve seu pessoal capacitado para o atendimento bilíngue.

“Estaremos a postos 24 horas por dia para atender à população, que pode buscar qualquer tipo de informação, como qual a Unidade de Saúde mais próxima do seu endereço, além de denúncias quanto à procedência de alimentos, entre outras situações de risco, poderão ser feitas pelo Disque Saúde (0800 280 8280)”, destacou a subsecretária municipal de Saúde, Lubélia Freire.

Além disso, aproximadamente,- 200 servidores da Semsa ficarão responsáveis pelo plantão epidemiológico, distribuídos nos Serviços de Pronto-Atendimento (SPAs) e Pronto Socorros. “Vale ressaltar que fomos a primeira e única capital brasileira a atingir 100% da meta para vacinação contra H1N1 e que o Departamento de Vigilância Sanitária (DVisa) está credenciado para fiscalizar o estádio com mais de 20 profissionais no controle da insalubridade”, concluiu Lubélia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui