Entrada da UFAM é fechada por servidores em sinal de protesto

Servidores da UFAM fecham entrada do Campus/Foto: Divulgação

Servidores da UFAM fecham entrada do Campus/Foto: Divulgação
Servidores da UFAM fecham entrada do Campus/Foto: Divulgação

Os técnicos administrativos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) fecharam a entrada da instituição na manhã desta segunda-feira (12) para chamar atenção do poder público durante um protesto em reivindicação a direitos trabalhistas.

A mobilização iniciou por volta de 4h e está impedindo o tráfego de veículos até o interior das repartições estudantis. Além dos técnicos administrativos, em apoio ao movimento, alguns professores também participam do ato.

Vários alunos estão nas paradas de ônibus próximas à entrada da Ufam aguardando o retorno para casa. As aulas da manhã de hoje estão suspensas.

Entre as principais pautas de reivindicação da categoria estão o aumento do piso salarial de dois para três salários mínimos, a troca de 12 horas ininterruptas de trabalho por 6 horas e a criação de concursos públicos que beneficiem a classe.

Segundo a coordenadora geral do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Superior do Estado do Amazonas (Sintesam), Crisolda Assis de Araújo, o grupo está em greve desde 17 de março deste ano. Ainda segundo Crisolda, a manifestação é uma resposta ao não cumprimento de um acordo firmado em maio de 2013 com o governo para execução dos reparos nas carências trabalhistas.

A Polícia Militar está no local acompanhando o movimento. O período de greve é indeterminado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui