Ex-capitão enfurnou-se na caverna da inviabilidade política, afirma a Folha

Foto: Reprodução

A Folha de S. Paulo afirma, em seu editorial desta quarta-feira (8) que os protestos convocados por Jair Bolsonaro para o dia 7 de setembro mostraram que o ex-capitão está “cada vez mais atrelado a seu cordão de fanáticos e isolado da institucionalidade e da maioria da população”. “O mito, como é chamado por bajuladores, enfurna-se na caverna da inviabilidade política”, destaca o periódico.

“Nenhum chefe de Poder nem governador perfilou-se ao lado do presidente da República na sua jornada de epifania golpista. As concentrações de manifestantes foram expressivas, embora muito longe de excepcionais”, avalia o editorialista. “As novas afrontas não podem passar incólumes pela Câmara dos Deputados e pela Procuradoria-Geral da República”, prossegue o texto.

Ainda conforme o editorial, Bolsonaro “tornou-se prisioneiro da lógica da agitação pela agitação. Precisa criar um factoide por minuto a fim de manter mobilizado seu círculo de idólatras. Não é justo, no entanto, que carreie nesse vórtice as energias institucionais de uma nação assolada por uma epidemia mortal, pela carestia e pelo desemprego”.

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui