PUBLICIDADE
Início Amazonas Filho do narcotraficante Zé Roberto é preso acusado de vários homicídios na...

Filho do narcotraficante Zé Roberto é preso acusado de vários homicídios na cidade

Foto: Divulgação

MANAUS – A Polícia Civil deflagrou ação policial, na manhã de quinta-feira (02), por volta das 10h, que resultou no cumprimento de mandado de prisão preventiva em nome Luciano da Silva Barbosa, conhecido como ‘L7’ e ‘Luciano da Compensa’. Ele é líder de um grupo criminoso que atua no estado e apontado como autor de diversos homicídios ocorridos na capital amazonense.

O indivíduo é filho do narcotraficante Zé Roberto da Compensa. L7 é suspeito do duplo homicídio que vitimou Talyson dos Santos Souza e Rodrigo de Oliveira Lima, que tinham 24 e 32 anos, respectivamente. O crime ocorreu no dia 4 de fevereiro deste ano, por volta das 18h30, na rua Manaus, segunda etapa do bairro Compensa, zona oeste da cidade.

PUBLICIDADE

De acordo com o delegado Charles Araújo, titular da DEHS, na ocasião do delito, a dupla foi alvejada com diversos disparos de arma de fogo. Talyson foi socorrido e encaminhado a um hospital e pronto-socorro da cidade, onde foi a óbito, já Rodrigo foi perseguido e morto naquela mesma rua.

“Durante as investigações, Luciano foi apontado como mandante do duplo homicídio, e isso faz com que a gente acredite que ele seja líder de um grupo criminoso. Essa prisão é importante, tendo em vista o número de homicídios que têm ocorrido na cidade”, disse o delegado.

Ainda segundo a autoridade policial, a ordem judicial em nome do infrator foi cumprida no prédio do Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus, em decorrência do trabalho de Inteligência da unidade especializada.

“Estávamos em busca dele desde fevereiro deste ano, quando o mandado de prisão preventiva foi expedido. Inicialmente, tivemos dificuldade em localizá-lo, mas o trabalho da nossa Central de Inteligência foi certeiro e descobriu que ele participaria de uma audiência no Fórum, local onde efetuamos sua prisão”, detalhou Araújo.

Luciano foi conduzido à sede da DEHS, e passará a responder pelo crime de homicídio qualificado. Após os trâmites na unidade policial, ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

error: Conteúdo bloqueado!