Flávio ganhou “troféu burrice”, disseram aliados, após ele censurar reportagem do dinheiro vivo

Mansão do 'dinheiro vivo' dos bolsonaros está quebrando na cabeças deles - foto: recorte/montagem

Censura foi derrubada e discurso do clã sobre liberdade de expressão também caiu por terra.

Aliados de Jair Bolsonaro estão possessos com o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), que tentou censurar reportagem sobre os 51 imóveis comprados pelo clã com dinheiro ilegal.

“A iniciativa do senador Flávio Bolsonaro de pedir a censura de uma reportagem do UOL que revela o uso de dinheiro vivo para a compra de imóveis pelo clã Bolsonaro está sendo vista como um tiro no pé por assessores de Jair Bolsonaro (PL), que temem o reflexo da medida sobre a campanha do presidente pela reeleição.

De acordo com um deles, o filho do presidente da República mereceria um ‘troféu de burrice’ por obter uma decisão judicial que contraria o discurso de Bolsonaro, de liberdade de expressão total e irrestrita”, escreveu a jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna.

“O escândalo dos imóveis, que já vinha sendo explorado por Lula (PT), ganharia agora uma repercussão ainda maior, dificultando a tarefa da campanha bolsonarista de reavivar casos de corrupção contra o petista para evitar que ele herde votos de Ciro Gomes (PDT) nos próximos dias e vença as eleições sem precisar disputar o segundo turno”, prossegue a colunista.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça derrubou a decisão da Justiça do Distrito Federal e liberou a reportagem do Uol sobre imóveis avaliados em R$ 26 milhões e comprados em dinheiro vivo pela família Bolsonaro. A medida vale até que a reclamação do portal Uol seja julgada pelo Supremo, de acordo com informações publicadas nesta sexta-feira (23) pelo portal G1.

Na decisão que está em sigilo, Mendonça disse que, no Estado Democrático de Direito, deve ser assegurado o amplo exercício da liberdade de expressão. Afirmou que a censura não encontra amparo na Constituição.

Assine o 247, apoie por Pixinscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui