Fluxo de passageiros no transporte rodoviário no Amazonas cresce 40% no mês de agosto

Foto: Marcos Guimarães/Arsepam

O fluxo de pessoas que utilizaram o serviço de transporte coletivo intermunicipal de passageiros cresceu em 40% no mês de agosto, em comparação com o mês anterior.

O dado da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam), por meio do Departamento de Transporte Rodoviário (DETR), consta no Resumo Operacional de Fiscalização.

Ao todo, 31.088 passageiros utilizaram as modalidades regular (viagens entre terminais rodoviários), semiurbano (entre Manaus e Iranduba) e fretamento contínuo e eventual do serviço rodoviário intermunicipal, sendo a última modalidade a responsável por mais de 60% do fluxo de fiscalizações.

O diretor-presidente da Arsepam, João Rufino Júnior, destaca que o crescimento do serviço é resultado de um conjunto de ações do Governo do Estado.

Foto: Marcos Guimarães/Arsepam

“A permissão do funcionamento dos balneários, nas principais estradas, AM-070, AM-010 e BR-174, ensejou esse aumento de fluxo que é monitorado pela Agência nas suas operações de fiscalização, para que as medidas que estão vigentes sejam cumpridas. Além disso, o governador [Wilson Lima] edita os decretos mediante orientação técnica sanitária”, enfatizou o gestor.

Segundo o diretor técnico da Agência Reguladora, Erick Edelman, a tendência para o serviço rodoviário intermunicipal de passageiros é continuar crescendo nos próximos meses.

“O aumento representa medidas coordenadas do Estado que tem estimulado a atividade econômica, gerando mais demanda para os operadores. A tendência é que seguindo esse ritmo, o movimento venha ser maior nos próximos meses”, destacou Edelman.

Foto: Marcos Guimarães/Arsepam

Pontos de fiscalização – O Terminal Rodoviário Engenheiro Huascar Angelim (Rodoviária de Manaus), no bairro Flores, zona centro-sul, foi o ponto fixo de fiscalização com maior fluxo de passageiros, contabilizando 16.335 usuários do serviço.

Ao todo, a Arsepam conta com quatro postos fixos de fiscalização no modal rodoviário de passageiros. Além da Rodoviária de Manaus, tem a Ponte Jornalista Phelippe Daou (Ponte Rio Negro), em Iranduba; Barreira de Fiscalização Estadual (AM-010 e BR-174), no bairro Santa Etelvina, zona norte; e Barreira da Avenida das Flores, bairro Lagoa Azul, zona norte.

Transporte intermunicipal rodoviário – A partir do Terminal Rodoviário de Manaus é possível ir para 14 destinos no Amazonas, por meio de linhas intermunicipais, sendo eles Itapiranga, Itacoatiara, Silves, Apuí, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Manacapuru, Manicoré, Novo Airão, Novo Remanso (distrito de Itacoatiara), Lábrea, comunidade Santo Antônio do Abonari (no município de Presidente Figueiredo), Careiro da Várzea e Humaitá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui