Fundação Alfredo da Matta realiza mutirão de cirurgias dermatológicas

a Fuam atende casos da doença e outras lesões considerados de pequena e média complexidade.

a Fuam atende casos da doença e outras lesões considerados de pequena e média complexidade.
A Fuam atende casos da doença e outras lesões considerados de pequena e média complexidade.

A Fundação Alfredo da Matta (Fuam), vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), realiza neste sábado (25), no Centro Cirúrgico da instituição, de 8h às 14h, uma jornada de cirurgias dermatológicas para pacientes em tratamento de câncer de pele. No total, 25 pacientes que já estão em tratamento para a doença serão atendidos, todos previamente avaliados e agendados pela equipe da Gerência de Cirurgias.
Segundo o diretor-presidente da Fuam, Helder Cavalcante, o objetivo de ações como esta é agilizar o tratamento dos pacientes e, ao mesmo tempo, possibilitar a abertura de novas vagas na agenda de cirurgias.
O mutirão deste sábado envolverá o trabalho de cerca de 20 profissionais, entre médicos, médicos residentes, enfermeiros, técnicos e equipe de apoio.
Referência no diagnóstico e tratamento do câncer de pele, a Fuam atende casos da doença e outras lesões considerados de pequena e média complexidade, podendo realizar, num mesmo paciente, uma ou mais intervenções cirúrgicas. Em média, são realizadas, mensalmente, cerca de 60 cirurgias em pacientes com um dos tipos da doença: carcinoma espinocelular, carcinoma basocelular e melanoma; a forma mais agressiva do câncer de pele.
No primeiro trimestre deste ano, a Gerência de Cirurgias da Fuam realizou 182 cirurgias apenas para os casos de câncer de pele, sendo 23 procedimentos em pacientes com carcinoma espinocelular; 151 com carcinoma basocelular e 8 casos de melanoma. Além das cirurgias de câncer de pele, o Centro Cirúrgico da instituição também realiza procedimentos cirúrgicos diversos, como pequenas cirurgias dermatológicas e biópsias.
Periodicamente, a instituição realiza também ações preventivas como campanhas sobre o câncer de pele e ações educativas e preventivas na própria rotina de atendimento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui