General Santos Cruz critica xingamentos de Bolsonaro: ‘vergonha’

Foto: Reprodução

A fala do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao atacar a imprensa com palavrões e termos de baixo calão nessa quarta-feira (27/01), durante um almoço na churrascaria em Brasília teve intensa repercussão. O general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz, que foi ministro da Secretaria de Governo Bolsonaro, compartilhou o vídeo e criticou o chefe do executivo.

Durante um almoço na churrascaria Nativas Grill, na Vila Planalto, em Brasília, Bolsonaro comentou sobre a denúncia de que o governo gastou R$ 1,8 bilhão em compras de alimentos no ano passado, 20% a mais que em 2019. O presidente mandou a imprensa para a “puta que pariu”.

‘Quando eu vejo a imprensa me atacar dizendo que eu comprei R$ 2 bilhões em leite condensado (R$1,8 bilhão), vai para puta que pariu. Imprensa de merda essa daí. É para enfiar no rabo de vocês aí, vocês não, da imprensa. Enfiar no rabo essas latas de leite condensado’
Presidente Jair Bolsonaro

O general Santos Cruz ficou indignado com a postura de Bolsonaro e chegou a dizer que o presidente apelou para um “populismo barato”. “VERGONHA. Vulgaridade. Sem noção institucional e do cargo. Falta de respeito com a população e o país que representa. Nada a ver com a necessidade de medidas de apoio às empresas, pessoas e reação a comentários. Populismo barato. Não é exemplo nem caminho para solução”, escreveu o militar no Twitter.

O oficial ocupou o cargo de ministro no Planalto à frente da Secretaria de Governo por cinco meses, mas sofreu desgaste após se envolver em uma crise com o filho do presidente, Carlos Bolsonaro.

Atualmente o cargo é preenchido por outro militar, Luiz Eduardo Ramos, general do Exército Brasileiro.

Fonte: EM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui