Golpista Michel Temer pede que Lula ‘dê anistia’ ao seu protegido Bolsonaro por crimes cometidos

Prevendo derrota de Bolsonaro e a eminente prisão, Michel pede anistia para o seu protegido - foto: recorte

Segundo o golpista e traidor do Partido dos Trabalhadores, Michel Temer (MDB), a medida ajudaria a pacificar o País. Por outro lado, o coordenador de campanha de Bolsonaro pede férias a uma semana do pleito. 

O golpista e traidor, Michel Temer (MDB), que usurpou a presidência da República e implantou a “ponte para o futuro”, programa neoliberal que trouxe a fome de volta ao Brasil, propôs, em evento organizado pelos jornais O Globo e Valor Econômico, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conceda anistia a Jair Bolsonaro pelos crimes cometidos nos últimos quatro anos, caso se eleja para um terceiro mandato.

“O ideal seria fazer um grande pacto nacional, como aconteceu na Espanha. E quem for eleito chama a oposição, os 27 governadores eleitos, os chefes de poderes e organizações da sociedade civil para trabalhar até a posse. Quero ver quem se oporia a isso. As pessoas respirariam aliviadas. Isso seria o ideal”, disse ele. “Quando falo nesse pacto de pacificação, estou imaginando que seria verificado, se houver anistia, o que é anistiável e o que não é. Mas seria um gesto de harmonia no país”, complementou.

Em entrevista recente à CNN, Lula também foi questionado por William Waack se concederia anistia a Bolsonaro – o que foi um reconhecimento implícito de que há um criminoso no comando do País.

Brasil 247

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui