Governador prorroga situação de calamidade pública por mais seis meses no AM

Governador do Amazonas, Wilson Lima — Foto: Rebeca Beatriz /G1 AM

O governador do Amazonas, Wilson Lima, prorrogou por mais 180 dias (seis meses) a situação de calamidade pública em todo o Estado, por conta do avanço da Covid-19, que voltou a lotar hospitais e cemitérios na capital. A prorrogação foi publicada no Diário Oficial do Estado na última quarta-feira (6).

O decreto autoriza autoridades competentes a adotarem medidas excepcionais, necessárias para combater a disseminação da Covid-19. No documento, Wilson Lima afirma que há necessidade de reprogramação financeira, para ajustar as contas estaduais, visando à manutenção dos serviços públicos essenciais, para o enfrentamento da grave situação de saúde pública.

O Amazonas voltou a bater o recorde diário de internações por Covid-19 desde o início da pandemia, com 221 novas hospitalizações. Os cemitérios também voltaram a registrar números altos de enterros. O estado de calamidade pública, já estava em vigor desde o dia 23 de março, quando o estado contabilizava apenas 32 casos confirmados de Covid-19.

Na decisão, foi determinado o fechamento do comércio de serviços não essenciais. Após prorrogações, o decreto ficou em vigor até 31 de dezembro do ano passado, e agora foi novamente prorrogado.

G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui