Governo do Amazonas inicia planejamento para obras de água e de esgoto em Maués

Foto: Tiago Corrêa/UGPE

O Governo do Amazonas, por intermédio do corpo técnico da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), iniciaram nesta segunda-feira (02/08), o planejamento para execução de obras complementares de abastecimento de água potável em Maués, município distante 276 quilômetros da capital.

As obras, que serão executadas no bairro Donga Michiles, complementam as obras de captação, armazenamento e distribuição executadas pelo Programa de Saneamento Integrado de Maués (Prosaimaués) que foram entregues em outubro de 2019, pelo governador Wilson Lima.

Foto: Tiago Corrêa/UGPE

O Prosaimaués foi elaborado, executado e fiscalizado pela UGPE, tendo contemplado o município com obras de urbanização nas lagoas do Prata e do Maresia, redes de coleta e estação de tratamento de esgoto. A UGPE é responsável pelas três fases do Prosamim, e atualmente vem atuando na elaboração do Programa Social e Ambiental de Manaus e do Interior (Prosamin+).

As obras irão contemplar a construção de mais cinco poços artesianos e um reservatório no bairro do Donga Michiles, aumentando a capacidade de captação, armazenamento e distribuição de água potável para a população da área urbana do município.

O subcoordenador de Planejamento, Leonardo Barbosa, explica que, nessa fase do trabalho, são observadas todas as informações contidas no projeto de forma minuciosa. “Para que possamos executar a obra na maior celeridade possível seguindo a determinação do nosso coordenador”.

O coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil Marcellus Campêlo, afirmou que as obras complementares do Prosaimaués estão previstas para iniciar neste mês de agosto, e vão beneficiar a população do bairro Donga Michiles e áreas do entorno.

Foto: Tiago Corrêa/UGPE

Prosaimaués – Por meio do programa, o governo estadual construiu sete poços – sendo seis de 80m e um de 60m – para captação de água potável para a população que reside na área urbana do município. Também foram construídos cinco novos reservatórios de água, nos bairros do Ramalho Júnior, Santa Luzia e Maresia.

As obras aumentaram em sete vezes a capacidade de armazenamento de água do município, saltando de 227m³ para 1.700m³ de capacidade de reserva, o que dá aos moradores segurança de abastecimento regular.

Antes do programa, Maués possuía um único reservatório, na lagoa do Maresia, com capacidade de armazenar 227m³ de água. Por causa de constantes quedas de energia elétrica, esse reservatório não armazenava água suficiente para atender a população, que sofria com o desabastecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui