Mundo

Guaidó deixa instruções a partidários caso seja preso

Guaidó convocou manifestações em todo o país - Foto: Daniel Tapia/Reuters
Redação I
Escrito por Redação I

O autointitulado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, pretende voltar ao país nesta segunda-feira (4), porém ele corre o risco de ser preso em sua volta.

Para evitar uma desmobilização da oposição caso isso aconteça, Guaidó anunciou em uma transmissão ao vivo nas redes sociais que seus partidários já têm as instruções para os próximos passos.

Guaidó também convocou manifestações em todo o país para esta segunda-feira, para recebê-lo.

Não se sabe qual rota Guaidó fez ao sair do Equador no último domingo. O político tinha uma ordem judicial contra ele que o proibia de sair da Venezuela.

Guaidó convocou manifestações em todo o país – Foto: Daniel Tapia/Reuters

Contudo, ele contrariou a decisão quando atravessou a fronteira até a Colômbia para receber a ajuda humanitária enviada pelos Estados Unidos.

Os militares, ainda fiéis ao governo de maduro, impediram que os mantimentos cruzassem a fronteira.

Fonte: R7

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.