Historiador Laurentino Gomes aponta ligação entre Nossa Senhora Aparecida e escravidão

Nossa Senhora Aparecida — Foto: Santuário Nacional

No dia em que se comemora o dia da Nossa Senhora Aparecida, santa padroeira do Brasil, o jornalista Laurentino Gomes, autor da trilogia “1808”, “1822” e “1889”, foi às redes sociais nesta segunda-feira (12) para apontar o elo entre a santa e a escravidão.

De acordo com ele, a história do “resgate” de Nossa Senhora por pescadores pode ter sido protagonizada por indígenas e negros escravizados do século 18. O estudo completo estará no segundo volume da trilogia “Escravidão”, que será lançado pelo autor na Bienal do Rio de Janeiro em 2021.

“Não por coincidência o maior território escravista do Hemisfério Ocidental tem como padroeira uma santa negra”, inicia o jornalista. “Em 1717, ano da pesca milagrosa de Aparecida, a corrida do ouro no Brasil estava no auge”, conta. Naquele ano, a Câmara de Santo Antônio de Guaratinguetá, em São Paulo, decidiu homenagear um conde que havia acabado de chegar de viagem de Portugal.

Brasil247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui