IDAM efetiva cadastro de 21 piscicultores de Novo Aripuanã

José Melo, em Novo Aripuanã/Foto: Valdo Leão

José Melo, em Novo Aripuanã/Foto: Valdo Leão

Foi confirmado hoje, quarta-feira (08), no município de Novo Aripuanã, distante 227 quilômetros de Manaus, o cadastramento permanente de 21 agricultores no segmento produtivo da piscicultura.

O vice-governador José Melo explicou que a ação faz parte da política de fortalecimento da cadeia de manejo do pescado no interior. Ele explicou que cada agricultor recebeu licença expedida pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), um procedimento simplificado destinado a empreendimentos de micro a pequeno porte, como são classificadas as propriedades com até cinco hectares de lâmina d’água.

“A piscicultura é uma das bases econômicas alternativas para alavancar o sustento e as oportunidades de emprego e renda no interior. Em pouco tempo e com os investimentos certos, o Amazonas será uma grande potência em nível nacional na produção de peixe de água doce”, ponderou Melo.

O gerente da Unidade do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) de Novo Aripuanã, Lourivaldo Barros, afirmou que todos os aquicultores beneficiados com essa licença, desenvolvem atividade de criação de peixes em tanque escavado. “Cabe ressaltar, que esse cadastro juntamente com o título definitivo da terra expedido pela prefeitura irá facilitar o acesso à política de cotas públicas do Estado voltadas para o manejo do pescado”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui