Idam registra aumento de 25% na emissão de cartões do produtor

Foto: Reprodução

Descontos na energia elétrica e na compra de máquinas, equipamentos e insumos agrícolas estão entre os benefícios do Cartão do Produtor Primário (CPP), emitido exclusivamente pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam). Apesar da pandemia de Covid-19, o Instituto emitiu, em 2020, mais de 19,8 mil cartões, registrando um aumento de 25% se comparado com 2019, quando o órgão finalizou o ano com a emissão de 14,8 mil cartões.

Para aumentar ainda mais o número de emissões no estado, o Instituto criou uma força-tarefa para atender com celeridade as demandas dos 62 municípios do Amazonas. Hoje, a emissão diária é de 300 cartões, entre renovações e novas inscrições. Esse incremento foi criado em função dos programas emergenciais adotados pelo Governo do Amazonas, visando o aumento na renda dos agricultores familiares.

Segundo o coordenador do Programa do Cartão do Produtor Primário, Aglei Maciel, o documento também possibilita ao produtor a emissão de Nota Fiscal Eletrônica Avulsa, facilitando a comercialização de produtos agrícolas para redes de supermercados e frigoríficos.

“Com a redução de custos na produção, o agricultor consegue investir mais em uma determinada atividade, o que resultará na qualidade do produto. Na avicultura e piscicultura, por exemplo, o produtor pode comprar com descontos as rações e equipamentos utilizados no processo de produção”, destacou Aglei Maciel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui