Infraero apresenta projeto de nova área de Aviação Geral do Aeroporto de Belém

Foto: Reprodução/Infraero

Empresa conclui mais uma etapa no processo de desativação do Aeroporto Brigadeiro Protásio

A Infraero concluiu o projeto da nova área de aviação geral do Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans – Júlio César Ribeiro, que inclui novo pátio, com capacidade para 50 aeronaves, três novas pistas de taxiamentos, acesso viário e estacionamento de veículos. Um novo terminal, com 340m², também será construído para receber passageiros e tripulações.

A nova área, num total de 43 mil m², receberá as operações de aviação geral do Aeroporto Brigadeiro Protásio, que será desativado para a construção de um parque público estadual. A mudança de aeroporto ocorrerá quando as obras estiverem finalizadas e homologadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Foto: Reprodução/Infraero

“A entrega do projeto atende ao cronograma definido para a transferência das operações. Foram contemplados todos os quesitos para garantia da segurança e do conforto dos clientes da aviação geral”, afirma o presidente da Infraero, Brigadeiro Paes de Barros.

A próxima etapa do processo será a licitação de contratação de empresa para execução das obras, prevista para ser publicada ainda em julho. Com isso, a previsão é de que os trabalhos sejam iniciados no segundo semestre deste ano.

A proposta de trabalho da Infraero deriva do Termo de Cooperação assinado entre o Ministério da Infraestrutura e o Governo do Estado do Pará, que prevê a transferência provisória das operações do Aeroporto Brigadeiro Protásio para o Val-de-Cans até que um novo sítio aeroportuário seja construído pelo Estado.

Assista o vídeo sobre o projeto básico da nova área de aviação geral no Aeroporto Internacional de Belém

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui