Justiça afasta Jonas Castro da Câmara de Presidente Figueiredo

Foto: Reprodução

O vereador de Presidente Figueiredo (a 107 quilômetros de Manaus), Jonas Castro (Avante), foi afastado do cargo de presidente da Câmara Municipal por determinação judicial. A decisão aconteceu nesta segunda-feira (21) e o prazo é de 90 dias.

Entre os motivos para a decisão estão diferentes atos de improbidade administrativa. Um deles foi a suspensão do fornecimento da cota de combustível e também de crédito de telefone aos servidores do órgão municipal.

Conforme a determinação da Justiça, Jonas Castro vinha “praticando vários atos que caracterizam improbidade administrativa e atentam contra os princípios da administração, que os beneficiários de tais atos são ele próprio e seus familiares, que inclusive sofrera condenação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) por prática de nepotismo”.

Os demais membros da Câmara Municipal de Presidente Figueiredo também tinham suas reclamações contra Jonas Castro. Segundo alguns parlamentares, o então presidente do parlamento municipal os intimidava, principalmente, quando iriam fazer questionamentos na tribuna. Outros tiveram até seus microfones cortados durante o discurso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui