Justiça eleitoral decide pela cassação de prefeito e vice de Codajás

Foto: Reprodução

Em Codajás (a 240 quilômetros de Manaus), o prefeito Antônio Ferreira dos Santos, o “Tonho” (Progressistas) e o vice, Cleucivan Gonçalves Reis, o Professor Claucivan (Avante) foram cassados pelo juiz da 7ª Zona Eleitoral, Geildson de Souza Lima. O motivo é abuso de poder econômico.

Por conta da cassação, ambos estão inelegíveis por oito anos. Tonho foi acusado pelo adversário, o engenheiro Miquéias Paz Carvalho (MDB), de usar recursos não declarados na campanha.

Em provas apresentadas por Paz, Jozenilson Pontes, o “Carequinha”, coordenador da campanha do prefeito, levantou mais de R$ 70 mil em espécie com comerciantes locais, para comprar bens destinados à corrupção eleitoral, como ranchos e telhas.

Conforme o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas(TRE-AM) a data de uma eleição suplementar que escolherá o novo prefeito ainda será definida. Até lá, o presidente da Câmara, Cleberton Marques Antunes, o Betinho (Pros), ficará no comando da prefeitura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui