Lábrea deverá criar ações para proteger população das zoonoses

Foto: Reprodução

Para evitar a proliferação de zoonoses, a Prefeitura de Lábrea (a 783 quilômetros de Manaus) deverá elaborar ações municipais voltadas à castração de animais em situação de rua. Os trabalhados serão acompanhados por membros do Ministério Público do Amazonas (MPAM).

A Promotoria de Justiça possui um alimentador para animais de rua na frente do prédio. Os cães e gatos ficam abandonados e sofrem com doenças, como a maioria não é castrada, a cidade registra um aumento populacional das espécies. O programa de manejo dessa população através da castração vai minimizar esses problemas e trazer qualidade aos animais.

O Procedimento foi instaurado após uma denúncia ter sido feita na Promotoria pela Organização Não Governamental (ONG) Amigos dos Animais em Situação de Rua (Cães e Gatos). A entidade solicitou o apoio do Poder Público para intervir no Controle Populacional dos animais em situação de abandono.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui