Lewis Hamilton vence o GP do Bahrein após disputa espetacular com Verstappen

Foto: Reprodução/Twitter/@F1

Em uma corrida sensacional, o heptacampeão mundial, Lewis Hamilton, da Mercedes, mostrou que entrou na temporada de Fórmula 1 disposto a bater o recorde de títulos na categoria.

Ele venceu o GP do Bahrein, superando o holandês Max Verstappen, da Red Bull, até então o favorito, por causa da performance nos treinos e venceu o GP do Bahrein, o primeiro da temporada de F-1.

O final foi emocionante, com Verstappen superando Hamilton a três voltas, mas perdendo a posição segundos depois. Além da liderança, Hamilton também bateu o recorde de voltas na liderança na história da categoria, superando as 5.111 voltas de Michael Schumacher. E conquistou a 96ª vitória da carreira.

As emoções prevaleceram desde o início, quando, em uma largada excepcional, Verstappen manteve a ponta, deixando o heptacampeão Hamilton em segundo. As paradas para as trocas de pneu embaralharam a prova e foram determinantes.

Logo na primeira volta, Charles Leclerc (Ferrari) fez linda ultrapassagem em Valteri Bottas (Mercedes) que, no entanto, voltou a recuperar a posição, na sexta volta, após a relargada (que ocorreu em função de uma escapada do russo Nikita Mazepin, da Haas, na curva 3).

Ele, no entanto, foi perdendo posições, e Sergio Perez, que largou no pitlane, acumulou uma sequência de ultrapassagens até ficar em terceiro.

Na volta 18, Hamilton, que na volta 15 colocou pneus duros e voltou com um carro muito veloz, ultrapassou Verstappen e chegou à primeira colocação.

Foi um momento em que vários pilotos trocaram pneus médios gastos por duros novos.

Nas seis primeiras colocações, não havia supresas: Hamilton; Verstappen, Bottas, Lando Norris (McLaren); Leclerc (Ferrari) e Daniel Ricciardo.

Na 29ª volta, Hamilton novamente parou para renovar os pneus duros. Enquanto isso, nesta troca de posições por paradas, Perez novamente ficou para trás e, em uma corrida espetacular, foi recuperando posições.

Fernando Alonso, da Alpine, bicampeão mundial, até que travou boas disputas com outro campeão, Sebastian Vettel, da Aston Martin, na parte de trás da corrida, mas acabou deixando a prova.

Na volta 40, Verstappen, que estava em primeiro, parou para colocar pneus duros. Hamilton assumiu novamente a ponta, foi ultrapassado por Verstappen a três voltas do final, mas se recuperou em seguida, voltou à primeira colocação e não perdeu mais a posição.

A próxima etapa do Mundial, que terá 23 corridas, será o GP de Ímola, no próximo dia 18 de abril.

R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui