Linhas de ônibus intermunicipais vão parar nesta segunda (04), alerta o Sindespecial

Trabalhadores vão parar mais de dez linhas intermunicipais - foto: recorte

O Sindicato dos Transportes Especial (Sindespecial) vai apoiar a paralisação de mais de 100 trabalhadores ‘em aviso prévio’ das empresas de ônibus intermunicipais, Aruanã e Expresso Transamazônica, a partir das 8 horas, na Rodoviária Intermunicipal de Manaus, em Flores.

A paralisação é em protesto contra a decisão das empresas em colocar os pais de família, motoristas, cobradores e pessoal de linha em ‘aviso prévio’, para demissão em um mês.

Passageiros das linhas que saem da Rodoviária de Manaus com destino aos municípios de Itacoatiara, Rio Preto da Eva, Lábrea, Abunari, Itapiranga e outras podem ter suas viagens atrasadas ou canceladas, por causa da paralização dos trabalhadores e impedimento da saída dos ônibus, avisa o presidente interino do Sindespecial, Gabriel Ems.

Passageiros da Aruanã podem ter suas viagens interrompidas – foto: recorte

Chamar atenção do governador e do prefeito

Gabriel diz ainda que a paralização servirá também, para chamar a atenção do governador Wilson Lima e do prefeito David Almeida, para a questão do subsídio às empresas. Segundo ele, os transportes urbanos tem subsídio de aproximadamente 30 milhões/mês, enquanto as empresas interurbanas não tem este benefício do poder público.

Gabriel Ems diz que as empresas estão quebrando pelo alto custo do litro do diesel – foto: recorte

Pelas contas do Sindicato, as empresas Aruanã e a Expresso Transamazônica são responsáveis pelo transporte de aproximadamente 50 mil passageiros todos mês, saindo de Manaus para outras cidades dentro do Estado, a maioria na Região Metropolitana de Manaus, mas não é suficiente para manter ‘o alto custo com o combustível’, cada dia mais caro.

As empresas alegam que não tem como manter os trabalhadores. Elas estão a 05 anos sem reajuste das passagens e sem subsídio para manter os serviços à população. “Além dos combustíveis que estão quebrando todo mundo”, destaca Gabriel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui