Mateus Solano faz live sobre enfrentamento ao coronavírus na Amazônia

Foto: Divulgação

Sem acesso à informação, infraestrutura básica e assistência médica, as comunidades periféricas de centros urbanos, bem como populações tradicionais e comunidades indígenas que moram em locais remotos, enfrentam quase sozinhas o avanço da pandemia do novo coronavírus. Com a proposta de dar visibilidade à causa e disseminar informações sobre a situação de vulnerabilidade dessas populações, a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) tem buscado articulação com diversos artistas engajados com pautas sociais e ambientais.

Entre eles, o ator Mateus Solano, uma das lideranças da ONU Meio Ambiente, que participará de uma live no Instagram, neste domingo (17), em parceria com a coordenadora da Agenda Cidades Sustentáveis da FAS, Paula Gabriel, para falar sobre as ações de enfrentamento ao coronavírus na Amazônia. A transmissão ocorrerá às 10h (Manaus), nos perfis @fasamazonas e @mateussolanooficial.

“A situação atual da Covid-19 está fazendo com que a humanidade tenha que se reinventar. E, no caso da Amazônia, das comunidades indígenas e tradicionais, já são localidades que infelizmente no Brasil, em várias temáticas, são deixadas para trás. Organizações como a FAS e os 57 parceiros desta aliança que está sendo formada para o combate ao coronavírus são essenciais para que possamos fazer com que vidas sejam salvas, distâncias sejam diminuídas, e que menos pessoas sejam contaminadas e mortas pela Covid-19. O envolvimento do ator e ativista ambiental, Mateus Solano, nessa live é importantíssima para que não só o Brasil, mas o mundo todo entenda a gravidade do problema. A ideia é que a gente possa espalhar essa notícia e ressaltar que qualquer valor que as pessoas possam doar vai ajudar a salvar vidas”, afirma Paula Gabriel.

Foto: Divulgação

A FAS também reuniu a atriz Christiane Torloni e a cantora amazonense Marcia Novo em uma live pela Amazônia, realizada em abril. Outra artista de renome nacional a apoiar a iniciativa é a atriz Leticia Spiller, que publicou um vídeo nas redes sociais pedindo doações para a campanha e destacando a importância de proteger os povos que cuidam da floresta.

Como ajudar a Aliança

Há várias formas de ajudar a “Aliança dos Povos Indígenas e Populações Tradicionais e Organizações Parceiras do Amazonas para o Enfrentamento do Coronavírus”. Pessoas físicas podem fazer doações online através do site www.fas-amazonas.org, e pessoas jurídicas podem entrar em contato pelo e-mail [email protected] Esses apoios podem ser de qualquer espécie, financeiro ou material.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui