“Mensalão, petrolão, lava jato: o câncer do Brasil é a corrupção”, diz embaixador dos EUA

Embaixador americano diz que EUA não se preocupam com ameaças à democracia, mas sim com "petrolão" - foto: recorte/divulgação

Chapman desconsiderou qualquer possibilidade de golpe e disse que, se há alguma preocupação, é “com mensalão, petrolão, Lava Jato”. “O câncer do Brasil é a corrupção”, afirmou.

O embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, que está se despedindo de Brasília e da carreira diplomática, disse, em entrevista ao Estadão, que não vê como grave a ameaça do general Braga Netto de não permitir a realização das eleições de 2022.

Chapman desconsiderou qualquer possibilidade de golpe.

“Para nós, a democracia é inegociável e este (o Brasil) é um país super democrático. Todos que fizeram previsão de que a democracia ia acabar no Brasil erraram sempre”.

O embaixador disse ainda que, se há alguma preocupação, não é com ameaças de golpe, mas sim “com mensalão, petrolão, Lava Jato”. Além das rachadinhas bolsonaristas.

“O câncer do Brasil é a corrupção”, afirmou.

Deu ruim. A direita errou novamente:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui