Motoristas do Sindespecial não vão mais protestar por vacina em frente à Prefeitura

Diretoria do Sindespecial comemorando a vitória, pela vacina contra a Covid-19 - foto: divulgação

Depois que o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Especial e Fretamento (Sindespecial), Gabriel Enock, convocou uma coletiva de imprensa para pedir a vacinação prioritária dos motoristas da categoria, o próprio prefeito David Almeida se prontificou a atender o pedido.

Gabriel disse à reportagem, que a prefeitura quer incluir os motoristas no plano de vacinação municipal de Manaus, o quanto antes. “Agora vão estudar a data e a forma que os motoristas vão receber a sua primeira dose, para quem ainda não tomou”, acrescentou.

A exigência de prioridade na vacinação do pessoal dos Transportes Especial aconteceu devido as mais de 100 mortes por Covid-19 registradas nos últimos meses, o que vinha assustando a diretoria do Sindicato, os trabalhadores e suas devidas famílias.

A contaminação por Covid-19 está muito alta, para uma média de idade e entre 25 a 60 anos de idade e uma categoria com pouco mais de 2.000 trabalhadores. “Como os motoristas do Especial tem que atender as rotas, que transportam mais de 70 mil trabalhadores para o Polo Industrial de Manaus (PIM), a categoria fica muito vulnerável à contaminação pela doença”, acentuou Gabriel.

Com a decisão do prefeito David Almeida em atender o pedido da diretoria do Sindespecial, os motoristas se sentem mais seguros, a partir da vacinação antecipada prometida pelo chefe do executivo. Alguns poucos já entraram na faixa de idade, na tabela de vacinação do município, mas a maioria ainda não.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui