Mulher cria 22 mutações do coronavírus em sete meses

Foto: Fusion Medical Animation

Uma mulher de 60 anos passou mais de sete meses com teste positivo de Covid-19 e, durante o período, produziu 22 mutações do coronavírus Sars-CoV-2.

O caso foi relatado por uma virologista da Áustria, onde a paciente foi acompanhada.

A idosa, infectada no fim de 2020, tomava medicamentos imunossupressores para tratar uma recaída de linfoma antes da Covid-19. Durante o contágio, ela apresentou sintomas relativamente leves da doença, como tosse e cansaço.

Na instalação de microbiologia em Ausservillgraten, a pesquisadora e seus colegas analisaram mais de 24 amostras virais da moradora. As mutações observadas em metade delas também foram detectadas posteriormente na variante Ômicron, que emergiu no fim de 2021.

“Quando a Ômicron foi encontrada, tivemos um grande momento de surpresa”, disse Sissy Therese Sonnleitner à revista Nature. E acrescentou: “Já tínhamos essas mutações em nossa variante”.

Essa variante não surgiu por meio da infecção da mulher, que, segundo a virologista, parece não ter transmitido para ninguém. Porém, mesmo que ainda não seja completamente comprovado, infecções crônicas — como a da paciente — são as principais candidatas às origens da Ômicron e de outras variantes que impulsionaram as ondas de Covid-19 globalmente.

“Acho que não pode haver dúvida na mente de ninguém de que essas [infecções longas] são uma fonte de novas variantes”, acrescentou Ravindra Gupta, virologista da Universidade de Cambridge, à Nature.

Em infecções crônicas, que podem perdurar por semanas ou meses, os vírus com mutações “vantajosas” possuem mais tempo para superar os demais. Em um processo denominado recombinação, que consiste na combinação do material genético de duas cepas, podem aparecer vírus mais aptos.

“Esses vírus têm oportunidades não apenas de evoluir de uma maneira, em uma direção, mas literalmente milhares, talvez dezenas de milhares de direções ao longo de meses”, alertou Sarah Otto, bióloga evolutiva da Universidade da Colúmbia Britânica.

Tododia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui