O LIXO de P. Figueiredo é uma farsa da oposição para as redes sociais, diz prefeito

O lixo continua a ser depositado em frente à prefeitura - foto: recorte/vídeo

Após revolta por parte de alguns moradores em relação a coleta de lixo, o prefeito de Presidente Figueiredo (107 Km de Manaus), Romeiro Mendonça, marcou uma reunião com o seu secretariado.

O encontro serviu, entre outras coisas, para debater os ataques feitos pela oposição à atual administração do município e a polêmica do lixo abundante nas ruas da cidade.

De acordo com o secretário de Infraestrutura de Presidente Figueiredo, Alexandre Lins, o homem que aparece no vídeo deixando o lixo em frente à sede da prefeitura já foi ajudado pelo prefeito Romeiro Mendonça.

Prefeito Romeiro Mendonça diz que oposição quer prejudicar a administração pública – foto: arquivo Correio

Além disso, ele afirmou que o lixo é recolhido frequentemente. “Há pessoas que espalham o lixo propositalmente para postar nas redes sociais e criar todo um complô. A coleta é realizada corretamente”, explicou.

Farsa da oposição

Os vereadores de oposição, conforme o secretário, também estão por trás da farsa da não coleta de lixo. “Alguns candidatos já estão em campanha na internet e falando inverdades sobre a atual gestão de Presidente Figueiredo.

O prefeito Romeiro Mendonça diz que a oposição estaria patrocinando a revolta popular e prejudicando os serviços públicos – foto: recorte/vídeo

Alguns até são patrocinados pelo empresário Marcelo Palhano, que teve o contrato de coleta de lixo rescindido pelo prefeito”, relatou. “Esse empresário estimula atos de vandalismo em Presidente Figueiredo”, completou.

“O lixo é coletado, mas tem político que passa e espalha o lixo na rua para fotografar e colocar nas redes sociais. É um verdadeiro complô. Sábado (21) o sindicato dos servidores vai fazer mais uma manifestação em frente ao Ifam”, lamentou.

O vereador Ricelli Pontes (vídeo), segundo o prefeito Romeiro Mendonça, é patrocinado pelo dono da empresa coletora de lixo, a Ecoagro, Marcelo Palhano. O prefeito também afirma que ele está por trás dessa campanha difamatória.

Jonas Castro

Por outro lado, o prefeito Romeiro Mendonça explicou que a Câmara Municipal de Presidente Figueiredo, liderada por Jonas Castro, reduziu a margem de remanejamento de verbas de 40% para 10% para a coleta diária. Além disso, o parlamento não aprova as autorizações de gastos.

“Dessa maneira, não há como comprar diesel e o caminhão coletor de lixo não consegue suprir a demanda da população”, esclareceu o prefeito.

Vereador Ricelli Pontes que é patrocinado por empresa coletora na cidade, segundo o que diz o prefeito Romeiro Mendonça, grava vídeo ‘tocando o terror’ e manda a população jogar lixo nas ruas: assista o vídeo.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui