Pastor preso depositou dinheiro na conta de ex-ministro de Bolsonaro, aponta PF

Ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e pastor Gilmar Santos - foto: recorte

Defesa de ex-ministro da Educação disse que dinheiro foi depositado porque o Ribeiro vendeu carro para um dos pastores investigados.

A Polícia Federal (PF) identificou um depósito bancário supostamente feito pelo pastor Gilmar Santos ao ex-ministro Milton Ribeiro, segundo a Band. Ambos foram presos por uma operação da polícia na manhã desta quarta-feira, 22.

O valor depositado pelo pastor, no entanto, não foi divulgado, devido ao sigilo do inquérito, motivo pelo qual não foi revelado quando a transação bancária aconteceu.

O advogado do ex-ministro da Educação alegou que o motivo do depósito seria a negociação de um carro que Ribeiro teria vendido para um dos pastores que também foram presos na operação. São eles: Gilmar Santos ou Arilton Moura Correia.

A defesa diz também que a prisão do ex-ministro é ilegal pois, por ter deixado o Ministério da Educação, não teria condições de atrapalhar as investigações.

Cortes 247 e assista:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui