Pazuello mudou o discurso para o “dia D” da vacina no Amazonas

Foto: Divulgação

Após afirmar que a vacinação no Amazonas contra a covid-19 seria no “Dia D” e na “Hora H”, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello mudou o discurso. Em pronunciamento nesta quarta-feira (13), ele informou que a campanha de imunização contra a Covid-19 começará ainda neste mês e que Manaus será prioridade.

“Vamos vacinar em janeiro e Manaus será também a primeira a ser vacinada. Ninguém receberá a vacina antes de Manaus”, disse o ministro ao afirmar, ainda, que não haverá diferença de data e nem de quantidade de doses em comparação a outras cidades.

Ele explicou que a vacina será distribuída simultaneamente em todo o Brasil. Além disso, ele esclareceu que a vacinação em Manaus ocorrerá como em outros locais do país, de forma “simultânea e proporcional”.

Pazuello disse, ainda, que sua família está na capital amazonense. “A minha família está em Manaus, todos sabem disso. Minha filha está em Manaus. Então, quero deixar claro pra todos, que nós não estamos nem um pouco afastados de viver o problema de Manaus, estamos dentro do problema com vocês”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui