Pedro Paulo, o Pepe é o terceiro vereador preso em Iranduba esse ano

Terceiro vereador é preso em Iranduba - Foto: Divulgação

O vereador de Iranduba (a 32 quilômetros de Manaus) Pedro Paulo, conhecido como “Pepe” foi preso no início da tarde desta terça-feira (19) pelo Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado (GAECO). O parlamentar é alvo do desdobramento da Operação Avaritia, deflagrada em agosto de 2019 e também um dos principais aliados do prefeito Chico Doido (DEM).

Pepe foi preso em flagrante, ao receber a quantia de R$ 5 mil, diretamente das mãos do prefeito Francisco Gomes da Silva, o Chico Doido, que se propôs a ajudar as investigações onde ele aparece como vítima do pedido de propina.

Com a ação, PP é o terceiro vereador de Iranduba preso por forças militares somente neste ano. O município está repleto de denúncias de desvio de verbas, negociações obscuras, cobrança de propinas para aprovação de projetos na Câmara, conluio com o prefeito Chico Doido, entre outras falcatruas.

Pepe, no momento da prisão e logo depois de ter recebido a propina de R$ 5 Mil das mãos do prefeito Chico Doido – foto: divulgação

Em agosto deste ano, os vereadores Kelison Dieb (MDB) e Jakson Pinheiro (PMN) também foram presos durante a operação Avaritia, do Ministério Público do Amazonas (MAPAM). OA casa do vereador George Reis (PV), chegou a sofrer busca e apreensão, com o celular do parlamentar apreendido. Acredita-se que o conteúdo do celular do vereador George reis esteja levando à prisão dos outros envolvidos.

Os parlamentares são suspeitos de atuarem em uma quadrilha organizada, que pede propina para aprovar projetos de lei na Câmara Municipal de Iranduba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui