Pelo poder, prefeito e presidente da Câmara duelam em P. Figueiredo

Vereador Jonas Castro e prefeito Romeiro Mendonça - Foto: Reprodução

Mesmo com mandato cassado, conforme decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), o prefeito de Presidente Figueiredo (a 107 quilômetros de Manaus), Romeiro Mendonça, pede também a cassação do mandato do presidente da Câmara Municipal, vereador Jonas Castro. Moradores do município já até se reuniram no parlamento pedindo que o vereador se afaste do cargo.

Atualmente, ao menos três ações eleitorais estão em tramitação para que Jonas Castro tenha o seu mandato cassado. Além disso, o parlamentar já responde a outros processos criminais, um deles por homicídio. Os demais correspondem a crimes contra a honra de autoridade e improbidade administrativa, de acordo com o fórum da Comarca.

Mendonça pede o afastamento imediato de Castro enquanto perdurar a tramitação do processo interno com base no regimento da casa legislativa, que recebeu o decreto Lei 211-67.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui