População depreda delegacia após prisão de suspeito de estuprar e matar bebê em Barreirinha

Foto: Reprodução

A população de Barreirinha (AM) tentou invadir a delegacia da cidade, na noite de domingo (20), após a prisão de um padrasto suspeito de estuprar e matar a enteada de 1 ano. Na confusão, uma pessoa foi baleada e morreu no local.

O padrasto foi preso à tarde e levado para a delegacia. Manifestantes foram para o local e, no início da noite, tentaram invadir o prédio para linchar o suspeito. Duas viaturas foram depredadas na ação e a delegacia foi parcialmente incendiada. Houve disparos que resultaram em um morto e três feridos.

Equipes de policiais de Parintins (AM) e Boa Vista do Ramos (AM) foram enviadas a Barreirinha para auxiliar na segurança da cidade.

Por questões de segurança, o suspeito de cometer o crime deve ser transferido nesta segunda-feira (21) para Parintins.

Foto: Reprodução

O secretário da Segurança Pública do Amazonas, Louismar Bonates, afirmou que as investigações já foram iniciadas para tentar identificar o autor dos disparos que provocaram a morte do manifestante. “A população não pode fazer justiça com as próprias mãos, porque passam a ser homicidas também. Elas têm que acreditar no Estado e na Justiça”, afirmou.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública informou que:
“(…) a Polícia Militar do Amazonas encaminhou reforços para Barreirinha em virtude de depredações registradas após a prisão de um infrator suspeito de estupro de vulnerável. No momento, a situação no município está sob controle. Caso seja necessário, serão enviados mais reforços policiais. A Polícia Civil deve encaminhar esta semana uma equipe para investigar o crime e apurar a depredação do patrimônio público”.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui