Pré-candidata se equivoca com a história Petista no Amazonas e bate de frente com decisão nacional

Pré-candidata 2024 do PT, Anne Moura - foto: recorte/arquivo

A pré-candidata à prefeitura de Manaus pelo partido dos Trabalhadores, Anne Moura, resolveu marchar na contramão da decisão nacional, municipal e da própria história do partido no Estado.


Anne ocupou espaço em um dos “jornalões” mais fascista da atualidade, para dizer que o Diretório Municipal do PT inviabilizou a sua pré-candidatura e que ela se vê como vítima de violência política de gênero.

Equívoco 

Um dos equívoco na fala de Anne Moura à imprensa nacional, segundo o presidente do Diretório Municipal do PT, Valdemir Santana, se remonta ao fato de que ela continua pré-candidata, com direito a submeter seu nome na Convenção Partidária, assim como o deputado Sinésio Campos, os únicos que não retiraram os seus nomes da lista de pré-candidatos do partido nestas eleições municipais 2024.

Por outro lado, continua Santana, se existe violência política de gênero, com a finalidade de impedir o acesso ao direito de ser votada ou não, essa política deve existir nas hostes dos partidos de direita, não nas tendências Petistas em nível nacional.

Hoje, segundo Valdemir, existem três pré-candidatos do PT á prefeitura de Manaus. São eles: Marcelo Ramos – o candidato do Diretório Municipal do PT em Manaus, indicado pelo presidente Lula e a presidente do PT Nacional, Gleisi Hoffman, e mais dois, Anne Moura e Sinésio Campos.

Desgarrados

Sinésio e Anne lançaram as suas candidaturas de forma independente, assim como os outros três – Valdemir Santana, Cícero Custódio e Luiz Borges, que abriram mão das suas pré-candidaturas por concordarem com a sabedoria da direção nacional em apoiar Marcelo Ramos. “Quem não se juntou à maioria esmagadora das tendências do PT no Amazonas, deve estar se sentindo desgarrados do coletivo”, deduz.

Para o presidente municipal da sigla, até o momento, o ex-deputado federal Marcelo Ramos é o pré-candidato confirmado pelo Partido. Ainda assim, ele terá de passar pelo crivo da Convenção Partidária, que deverá ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto. Além disso, terá de disputar o direito de encabeçar a Chapa da Federação (PT, PV e PCdoB).

É assim que funciona o Partido dos Trabalhadores e, quem não se adapta, termina por cometer equívocos.

Decisão anterior

O PT tinha lançado cinco pré-candidatos – Luiz Borges, Cícero Custódio, Valdemir Santana, Anne Moura, Sinésio Campos -, com o objetivo de que um desses se sobressaísse, que fosse expressivo na aceitação do eleitor. Anne entre outros, não conseguiram atingir a meta, mesmo entre as mulheres, as quais considera o seu suporte político.

“A verdade, é que hoje mais de 98% das tendência do partido no Estado querem ser representados por Marcelo Ramos nesta eleições municipais de 2024”, confirma Santana.

Laia o desagravo do Diretório Municipal abaixo: 

Nota Pt Municipal (1)

Voz de Valdemir Santana sobre o equívoco de Anne Moura:

 

Artigo anteriorSTF permite que trabalhadoras autônomas e donas de casas tenham direito à licença-maternidade
Próximo artigoNa falta de prefeito em Autazes, cidadão toma a frente e resolve problema em escola do município

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui