Prefeito de Benjamin Constant teria se beneficiado com propaganda institucional

Foto: Reprodução

O prefeito reeleito de Benjamin Constant (a 1.118 quilômetros de Manaus), David Bemerguy, está na mira do Ministério Público do Amazonas (MPAM). O motivo é improbidade administrativa com o uso indevido de propaganda institucional em benefício próprio.

Um Inquérito Civil já foi instaurado para apurar a denúncia. Se os fatos de improbidade administrativa forem confirmados, haverá punição a Bemerguy por parte do MPAM.

O prefeito tem até dez dias para apresentar defesa. Ele foi reeleito com 8,231 votos, mais de 49% do total.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui