Presidente da Câmara vai gastar R$ 110 Mil com recarga para celular, na farmácia

Presidente da Câmara Municipal de Presidente Figueiredo, Marcos Antônio Nascimento Silva (PSB) - foto: recorte/divulgação Aleam

O presidente da Câmara Municipal de Presidente Figueiredo (a 107 quilômetros de Manaus), Marcos Antônio Nascimento Silva, homologou a aquisição de recarga de celulares de todas as operadoras de telefonia móvel.

Conforme documento publicado no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Amazonas, o valor do contrato é de R$ 110,1 mil.

O montante será pago para a empresa Drogaria do Trabalhador Farma Comércio de Medicamentos e Conveniência Ltda. O estabelecimento foi vencedor do certame, conforme a Comissão Permanente de Licitação (CPL).

Recorte do Diário Oficial do Município de Presidente Figueiredo – foto: recorte

Além do gasto, que pode ser considerado dispensável, o presidente do parlamento municipal tem outras despesas altas em sua gestão. Marcos Antônio está sendo apontado como ‘gastão’, inclusive com aluguel de carros, que estão a serviço da Câmara Municipal sem nenhuma identificação e nem adesivo do poder legislativo municipal.

Carros oficial a serviço de empresa

Alguns dos veículos apontados por populares, são utilizados em benefício próprio do vereador, sem justificativas. Os automóveis, segundo a fonte que está denunciando o vereador presidente, frequentemente, são vistos de posse do vereador Raimundinho Vidraceiro, para fazer serviços particulares da empresa dele.

Reforma do que não terminou

Outro gasto que chama atenção dos moradores de Presidente Figueiredo diz respeito à reforma de um prédio que nem foi concluído ainda. A obra já demandou uma boa quantidade de dinheiro, com a construção sem conclusão e reforma do que não estava concluído.

Existem fortes denúncia de que vereadores de Presidente Figueiredo estão saindo no lucro com a gestão do presidente Marcos Antônio. Fonte, que vem pedindo investigação do Tribunal de Contas do Estado, diz que existem parlamentar que recebe diária sem viajar a lugar nenhum e, servidores que moram em outras cidades, mas recebem um gordo salário pela Câmara Municipal sem trabalhar.

Prefeita no esquema

A prefeita Patrícia Lopes também é suspeita de envolvimento na farra com o dinheiro público. Ela tem uma frota de carros alugados. Inclusive, com o contrato da coleta de lixo sendo investigada pelo TCE-AM.

Está nos planos da prefeita, alugar um prédio pertencente a seu tio. A estrutura abrigava uma fundação enquanto ele ainda era deputado e, já está pintada com as cores da Prefeitura de Presidente Figueiredo. Esse é um tema para a próxima notícia.

*As informações são de fontes fidedignas, que preferem não se identificar nesse primeiro momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui