Preso homem que aplicava golpes com cartões de crédito, em Manaus

Jorge Matos, foi preso em Manaus/Foto: PC
Jorge Matos, foi preso em Manaus/Foto: PC
Jorge Mattos, foi preso em Manaus/Foto: PC

A equipe de investigação da 1ª Seccional Sul, da Polícia Civil do AM, comandada da Delegada Titular, Márcia Chagas de Araújo, prendeu, em flagrante, na tarde dessa quinta-feira (07), durante uma ação policial, Jorge Mattos Nogueira, de 67 anos, por falsidade ideológica, uso de documento falso e falsa identidade.

Jorge foi preso na rua Wikens de Matos, no bairro Aparecida, na Zona Sul, no momento em que transferia cinco caixas de purificadores de água, que de acordo com a polícia, foram comprados com cartões de créditos clonados. No momento da abordagem, Aguinaldo Maquiné de Oliveira, de 53 anos, e Henrique Mota de Araújo, de 21, foram detidos e conduzidos a sede da 1ª Seccional Sul, onde foram ouvidos e liberados após prestarem esclarecimentos.

A Delegada Márcia Chagas de Araújo informou que as investigações iniciaram a uma semana, após uma vítima que procurou a polícia informando que um cliente comprou R$ 30 mil em mercadorias na loja dela e o cartão de crédito havia contestado a venda.

“A vítima verificou nos órgãos de proteção ao crédito essa mesma pessoa havia checado mais três empresas. Entramos em contato com as empresas para averiguar se o mesmo cartão de crédito havia sido estornado, conseguimos identificar só esta semana 16 empresas que foi realizada esse tipo de consulta, em nome de várias pessoas. Com isso eles conseguiram aproximadamente R$ 300 mil em mercadorias dessas empresas”, frisou a Delegada Márcia.

A Delegada explicou como os investigadores chegaram até o homem. “Conseguimos levantar que ele usava vários nomes para aplicar o golpe, como “Abraão”, “Edson”, “Claudio” e até “Maria Lucia”, essas pessoas moram em São Paulo, Rio de Janeiro, e em Rio Grande do Norte, com um trabalho de inteligência e minucioso, chegamos até Jorge. Essas pessoas que tiveram os cartões clonados tem crédito com limites elevados, agora estamos investigando como eles tiveram acesso as informações desses cartões”, informou a Delegada.

Os Policiais Civis informaram que Jorge tem dois prontuários civis, com isso ele conseguiu tirar duas carteiras de identidade, duas carteiras de habilitação. “As investigações estão só começando, agora o próximo passo averiguar se há outras pessoas que fazem parte do esquema criminoso, identificar e localizar todos”, declarou a Titular da 1ª Seccional Sul.

Além de ser autuado em flagrante, Jorge e os dois comparsas, Aguinaldo e Henrique, serão indiciados por estelionato. Ao término dos procedimentos cabíveis realizados na sede da unidade policial, Jorge foi conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá aguardar julgamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui