Produção de arroz e soja teve crescimento em Humaitá

Foto: Divulgação

A produção de grãos tem se destacado no Sul do Amazonas. Os bons resultados acontecem, principalmente, em Humaitá (a 580 quilômetros de Manaus).

Conforme dados do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) apontam que as safras de arroz e de soja, do período 2020/2021, serão maiores que as da colheita 2019/2020 e os produtores rurais da região comemoram o momento positivo do setor.

A perspectiva de colheita do arroz na safra 2020/2021 é de 90 a cem sacos (de 50 quilos) por hectare plantado. No total, há 2.005 hectares plantados no município, o que resulta em uma colheita de pouco mais de 9 mil toneladas de arroz.

Humaitá também possui 2.600 hectares de área plantada de soja e a expectativa é colher 55 sacos (de 50 quilos) por hectare, o que representará mais de 7 mil toneladas. Em 2019, a área plantada de arroz foi de 1.475 hectares e a de soja de 1.800 hectares.

Entre os cinco produtores de arroz assistidos pelo Idam em Humaitá está Dorismar Luís que, no ano passado, conseguiu conquistar o documento de licenciamento ambiental, o Cartão do Produtor Primário (CPP) e, em 2020, conseguiu acesso aos programas do Governo do Estado, Pró-Mecanização e Pró-Calcário, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e projetos da unidade local do Idam Humaitá.

Foto: Divulgação

Programas

O Programa de Pró-Mecanização é uma linha de crédito subvencionada pelo Governo do Estado, por meio da Sepror, mediante o termo de convênio n° 04/2015 (Sepror/Afeam e Idam), com vigência até 2020.

O Pró-Calcário é um programa voltado para a correção do solo. Por meio dele, o calcário é lançado no solo para que se tenha mais produtividade, corrigindo a acidez. O Governo do Estado trabalha para que o setor primário tenha mais máquinas e equipamentos a fim de aumentar a produtividade juntamente com a correção do solo à base de calcário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui