Produtores reclamam de retorno e queda de 50% nas vendas


Produtores à espera de clientes que não chegam.
Produtores à espera de clientes que não chegam.

O imponente nome da Central de Abastecimento da Agricultura Familiar de Iranduba, no Km 01, da Rodovia Manoel Urbano, tinha tudo para ser um importante centro de distribuição de produtos da região, não fosse um pequeno detalhe: o retorno construído distante há mais de dois quilômetros no sentido Manaus/Iranduba.
De acordo com o feirante produtor de mamão Wanderley da Silva, a distância entre o retorno e a Central de Abastecimento reduziu em mais de 50% o movimento da feira. Ele e os outros produtores alertaram os engenheiros da obra sobre a “disposição” das pessoas em voltar para fazer compras e depois seguir viagem.

Julio Cesar: falta de visibilidade, também prejudica vendas.
Julio Cesar: falta de visibilidade, também prejudica vendas.

Wanderley disse que os maiores compradores são os que estão no sentido Manaus/Manacapuru e, se caso eles voltarem para fazer compras, terão que andar mais 01 Km até o retorno de entrada para o Cacau Pireira e voltar para Iranduba, novamente. Somadas as distâncias de ida e volta, o cliente terá que andar 06 Km a mais, na sua viagem.

Wanderley: o retorno reduziu vendas.
Wanderley: o retorno reduziu vendas.

O outro produtor, Júlio Cesar, acrescentou que o projeto do galpão da Central de Abastecimento foi mal projetado. “Quem passa na Rodovia pensa que a feira de produtos regionais não está funcionando”, disse em função da entrada não oferecer visibilidade para o movimento da feira. Entretanto, ele também credita a queda de 50% nas vendas ao retorno ficar muito distante do galpão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui