Projetos agroindustriais do interior do AM terão investimentos de R$ 80 milhões

Foto: Reprodução

O plano de interiorização do desenvolvimento do Governo ganhou novo impulso com a aprovação da nova pauta do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) nesta terça-feira (27).

Do total de R$ 869 milhões previstos em 33 projetos industriais, cerca de R$ 80 milhões foram destinados a projetos agroindustriais nas cidades de Presidente Figueiredo, Manacapuru e Humaitá, o maior volume de investimentos em uma única pauta do conselho voltados para cidades fora do eixo da capital.

A pauta da 287ª reunião foi aprovada na íntegra, resultando na aprovação de 33 projetos com investimentos de R$ 869 milhões e geração de 1.218 empregos.

Em Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus), a empresa ACB Andrade Comércio de Produtos Alimentícios e Indústria de Pescado Eireli pretende instalar uma unidade para produção de hambúrguer de peixe e peixe beneficiado com a mão de obra de 72 trabalhadores e investimentos de R$ 5,1 milhões.

Foto: Reprodução

Em Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), a Rancho Ferradurinha Agro Industrial vai produzir derivados de leite (doce de leite, manteiga, queijo e iogurte) com recursos de R$ 1,7 milhão e contratação de 25 pessoas.

Com foco na cadeia de Carne, o Frigorífico Amazonas aprovou projeto no valor de R$ 73,6 milhões para abrir unidade em Humaitá (a 580 quilômetros de Manaus). A empresa se comprometeu, de acordo com o projeto, a contratar 120 pessoas. Esses três projetos estimam a criação de 217 vagas no mercado de trabalho no período de até três anos.

Outro destaque da pauta foi o projeto da Compal Eletronics, empresa de Taiwan, para a fabricação, no Polo Industrial de Manaus (PIM), de placas de circuito impresso para bens de informática, com a contratação de 212 trabalhadores e recursos de R$ 353 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui