Reforma e ampliação da AM-010 vai beneficiar 30 mil produtores rurais

Governador assina contrato com a Caixa Econômica Federal para andamento das obras/Foto: Diego Peres / Secom

A reforma e modernização da rodovia AM-010, formalizada nesta segunda-feira (13/01) entre o Governo do Amazonas e a Caixa Econômica Federal, vai beneficiar cerca de 30 mil agricultores familiares e mais de 15 mil famílias na região do Baixo Amazonas. A rodovia, que liga Manaus à Itacoatiara (distante 290 quilômetros da capital), vai escoar a produção de comunidades e distritos produtores, como Novo Remanso, e vai fomentar atividades como a pesca, bovinocultura, bubalinocultura e avicultura.

As obras na rodovia, que devem iniciar ainda no primeiro semestre deste ano, segundo o governador Wilson Lima, vão impactar municípios vizinhos como Urucurituba, Itapiranga, Silves, São Sebastião do Uatumã, entre outros. O presidente da Colônia de Pescadores Z-13 e vereador de Itacoariara, Irailton Nunes, destaca a importância estratégica do município. “Itacoatiara é um município polo. Temos dois portos aqui e vai melhorar para os municípios vizinhos. Em Itacoatiara a maior produção que nós temos é peixe. Com certeza comprador de peixe não vai faltar, porque sabemos que o melhor alimento da terra, o alimento mais saudável é o peixe”, observou Irailton.

Para a agricultora Maria das Graças Sousa, da comunidade de São Sebastião do Inajá, localizada no rio Arari, a reforma na AM-010 vai beneficiar a produção das comunidades. “Nós plantamos banana, abacaxi, macaxeira. Vai ficar melhor, com certeza”, pontuou a produtora rural. Além de São Sebastião do Inajá, outras 65 vilas e comunidades estão na região do rio Arari em Itacoatiara.

Já em Rio Preto da Eva (distante 78 quilômetros de Manaus), além da fruticultura (citros, banana, mamão, cupuaçu e açaí, entre outros), a piscicultura e avicultura também são responsáveis por boa parte da produção local. A produção no Distrito Agroindustrial de Rio Preto da Eva (Darpe), projeto do Governo do Estado em parceria com a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), também será beneficiado pelas obras na AM-010. O plano de expansão das atividades econômicas com o Darpe inclui a geração de 10 mil empregos diretos e 40 mil indiretos.

Município vizinho de Itacoatiara, Urucurituba (distante 218 quilômetros de Manaus) também comemora a assinatura do contrato. “Esse trabalho que o governador está fazendo vai nos ajudar bastante, porque o que Urucurituba produzir vai precisar escoar. A estrada é de suma importância para que isso aconteça. Então não beneficia só Itacoatiara, beneficia todo Baixo e Médio Amazonas também”, reforça o comerciante de Urucurituba José Falcão.

Em Silves (distante 336 quilômetros de Manaus), onde as atividades rurais incluem produção de mandioca, plantio de café e a piscicultura, será outro município beneficiado pela reforma. Silves também se destaca pela exploração do gás natural na reserva do Campo do Azulão, localizado entre Silves e Itapiranga, que promete representar um novo ciclo de desenvolvimento econômico para o Amazonas. Em outubro de 2019, as obras para a exploração da reserva pela empresa Eneva começaram. Com investimento de R$ 1,1 bilhão, a obra promete gerar mil empregos. A previsão para o início da produção no campo é junho de 2021.

Obras – A reforma da rodovia inclui os 269 quilômetros da AM-010 e devem durar entre 3 e 4 anos. Com o custo de R$ 219 milhões, o valor foi liberado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e é fruto de emenda de iniciativa do senador Omar Aziz. O contrato prevê contrapartida do Governo do Estado no valor de R$ 4,5 milhões.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui